Logo
Virou notícia, virou Tag!

Jovem raspou a cabeça e fingiu ter câncer em estado terminal para aplicar golpes

Facebook
Twitter
LinkedIn
Camilla Barbosa fingiu ter câncer (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Camilla Barbosa fingiu ter câncer (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Indiciada por estelionato, Camilla Barbosa, de 27 anos, gravou vídeo raspando o próprio cabelo

A jovem de 27 anos, Camilla Barbosa, foi indiciada pela Polícia Civil por fingir ter câncer para aplicar golpes.
De acordo com a familiar, ela tinha o hábito de mentir e não deixa a família ‘acompanhar o tratamento’.

“Ela não deixava a família acompanhá-la no hospital em momento algum. Ela sempre teve o hábito de mentir muito, então, a gente já não levava muito em consideração as coisas que ela falava”

Falso câncer

No ano passado, Camilla precisou ser internada por conta de uma dengue hemorrágica e se aproveitou da situação para dizer que tinha câncer de mama com metástase no intestino e pulmão.
A jovem ainda chegou a dizer que os médicos queriam entubá-la, mas ela não deixou.

“Ela disse que os médicos falaram que queriam entubá-la, mas ela falou que não autorizou e que assinou um termo negando a autorização. Só que, quando o médico passou, uma parente que estava lá perguntou a ele sobre isso e ele falou que não teve nada disso, que ela estava muito bem e que já estava de alta da UTI e que a enviaria para a enfermaria”, contou o familiar.

Sempre que alguém da família oferecia ajuda, ela negava e dizia que já estava fazendo quimioterapia.

“A gente falava ‘marca a consulta, que vamos com você’. Um dia, uma parente foi acompanhá-la, mas, quando chegou ao hospital, ela estava lanchando em uma lanchonete. Sempre que tinha consulta, a gente pedia para acompanhar, mas nunca deu certo”, completou.

A farsa foi descoberta quando parentes foram ao Hospital Araújo Jorge, em Goiânia, para tentar acompanhar o ‘tratamento’. Chegando lá, foram informados que Camilla não era paciente e foi encontrada comendo em uma lanchonete.

“A gente falava ‘marca a consulta, que vamos com você’. Um dia, uma parente foi acompanhá-la, mas, quando chegou ao hospital, ela estava lanchando em uma lanchonete. Sempre que tinha consulta, a gente pedia para acompanhar, mas nunca deu certo”

Os familiares ainda foram informados pela segurança do hospital que a jovem já tinha sido flagrada tirando fotos na unidade, na sessão de quimioterapia.

“Quando a parente chegou ao hospital e falou que tinha ido visitar a Camilla, que estava fazendo quimioterapia, e mostraram a foto dela, um chefe da segurança disse que tinha um ‘dossiê’ sobre ela, disse que ela não era paciente e que já tiraram ela de lá várias vezes, porque ela entrava para tirar foto”

O Hospital Araújo Jorge, em Goiânia, que é referência no tratamento contra câncer em Goiás, era usado por Camilla para fazer fotos e vídeos sessão de quimioterapia.
Em nota, além de negar que ela era paciente, a unidade informou que a jovem chegou a ser retirada do hospital, em algumas ocasiões, ao ser flagrada sem autorização.

Camilla Barbosa fingiu ter câncer (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Camilla Barbosa fingindo ter câncer (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

A família diz estar envergonhada com a situação e que não entendem o porquê dessa mentira absurda, com uma doença tão grave.

“Isso nos mata de vergonha”

Após as investigações, Camilla Barbosa foi indiciada por estelionato. Ela responde ao crime em liberdade.

Débora Carvalho
Débora Carvalho
Uma apaixonada por histórias e uma contadora nata. Com base em Belo Horizonte, curso Jornalismo e alimento minha curiosidade incessante por notícias e cultura pop. Se você procura uma abordagem vibrante e envolvente, está no lugar certo!