Logo
Virou notícia, virou Tag!

Incêndio em instituição que abriga crianças deixa quatro mortos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Incêndio mata 4 crianças em abrigo
Incêndio mata 4 crianças em abrigo

Incêndio em uma instituição que abriga crianças em situação de risco social deixa quatro mortos, sendo três crianças e um adulto

Na madrugada desta sexta-feira, 14, um incêndio atingiu a sede do Lar Paulo e Tarso, na Zona Sul da capital pernambucana, que abriga crianças e adolescentes encaminhadas pelos conselhos tutelares e Juizado da Infância e Juventude.

De acordo com o Samu, 19 pessoas estavam no local do incêndio, 15 ficaram feridas e 4 morreram.

Duas morreram no local, sendo um menino, de idade ainda não informada e uma cuidadora, Margareth da Silva, de 62 anos. Outras duas crianças, também de idade não revelada, morreram a caminho do hospital.

Mais outras duas crianças, em situação mais grave, foram levadas da UPA para o Hospital da Restauração.

+ Fotos de autópsia de Marília Mendonça vazam e família faz apelo

Informações até o momento:

  • 19 pessoas atingidas pelo incêndio, sendo 17 crianças e dois adultos
  • 4 mortos, sendo 3 crianças e uma mulher
  • 8 pacientes feridos no Hospital da Restauração
  • 5 feridos no Hospital de Areias
  • 2 pessoas atendidas na UPA

 

Onze equipes atenderam o local para controlar as chamas, que chegaram a atingir uma casa vizinha, mas ninguém ficou ferido.

“O fogo atingiu, principalmente, a sala e o terraço. Os quartos não foram atingidos pelo fogo, mas, sim, pela fumaça extremamente tóxica”, declarou o supervisor de Operações dos Bombeiros Lamartine Melo,

A perita criminal Magda Pedrosa informou que não foi possível fazer a perícia, pois o local ainda estava muito aquecido pela manhã.

Há uma preocupação com a estrutura do local. Rachaduras podem surgir quando acontecer o esfriamento do imóvel.

“Então, é preciso aguardar algumas horas para realizar essa perícia. Fomos ao local apenas para periciar os corpos. A perícia do incêndio será realizada ainda hoje”, afirmou.

As crianças e adolescente sobreviventes serão transferidos para outras entidades. Em nota, o Tribunal de Justiça de Pernambuco disse que “fará tudo que estiver ao seu alcance para amenizar os sofrimento das vítimas dessa tragédia no Lar Paulo de Tarso”.

 

*Notícia em atualização

 

 

Débora Carvalho
Débora Carvalho
Uma apaixonada por histórias e uma contadora nata. Com base em Belo Horizonte, curso Jornalismo e alimento minha curiosidade incessante por notícias e cultura pop. Se você procura uma abordagem vibrante e envolvente, está no lugar certo!