Hospital que operou Kate Middleton pode levar multa de R$ 108 milhões

TAG Notícias

O escândalo envolvendo um possível ataque hacker para vazar os dados médicos de Kate Middleton ganha um novo capítulo. O hospital que operou a princesa teria esperado uma semana para relatar a suspeita de violação de dados às autoridades.

Três membros da equipe da London Clinic estão sob investigação por alegações de violação de dados na clínica, e acredita-se que o trio tenha sido suspenso e enfrentará sanções profissionais se for comprovado que acessou suas informações médicas privadas.

Leia também: Hospital que vazou dados de Klara Castanho é condenado a indenizar atriz em R$ 200 mil

A legislação britânica estabelece que qualquer violação de dados pessoais deve ser comunicada no prazo de 72 horas após a sua descoberta.

A informação oficial do Palácio de Kensington é que Kate Middleton passou por uma cirurgia abdominal em meados de janeiro e está se recuperando em casa.

No entanto, o motivo específico do procedimento não foi divulgado e permanece em sigilo. Embora essa seja a explicação oficial, teóricos da conspiração nas redes sociais têm especulado sobre o paradeiro de Kate Middleton de diversas maneiras.

Mantenha-se atualizado, siga a gente no Google News!

Débora Carvalho
Débora Carvalho

Uma apaixonada por histórias e uma contadora nata. Com base em Belo Horizonte, curso Jornalismo e alimento minha curiosidade incessante por notícias e cultura pop. Se você procura uma abordagem vibrante e envolvente, está no lugar certo!

Artigos: 977

Deixe um comentário