Governo vai retomar educação sexual e prevenção a DSTs no programa Saúde na Escola

TAG Notícias

O Ministério da Saúde anunciou que irá retomar a educação sexual e a prevenção de doenças sexualmente transmissíveis como parte do programa Saúde na Escola.

Esses temas haviam sido retirados do programa na gestão anterior, mas agora serão reintegrados.

O Saúde na Escola, criado em 2007, nos últimos anos focou-se em questões relacionadas à alimentação saudável, prevenção de obesidade e promoção da atividade física.

Com a nova medida, o programa voltará a abordar também a educação sexual e a prevenção de doenças sexualmente transmissíveis.

Para apoiar essa iniciativa, o Ministério da Saúde disponibilizou um montante de R$ 90,3 milhões para os municípios que aderiram ao programa.

Leia também: Crentes fazem campanha contra filme da Barbie e compram briga: “Não representa nossos valores”

Cerca de 99% das cidades do país estão habilitadas a receber os recursos. O objetivo é alcançar cerca de 25 milhões de estudantes.

As prefeituras poderão receber um acréscimo de R$ 1 mil a cada grupo de até 800 estudantes de escolas e creches públicas e conveniadas que tenham alunos em medida socioeducativas.

Além disso, escolas que tenham pelo menos 50% de seus alunos cadastrados no programa Bolsa Família também poderão receber esse acréscimo.

Além da saúde sexual, o programa abordará outros temas importantes, como prevenção de violências e acidentes, saúde mental, promoção da cultura de paz e direitos humanos.

A iniciativa visa promover a saúde e o bem-estar dos estudantes, proporcionando informações e cuidados essenciais para a prevenção de doenças e a promoção de uma vida saudável.

Débora Carvalho
Débora Carvalho

Uma apaixonada por histórias e uma contadora nata. Com base em Belo Horizonte, curso Jornalismo e alimento minha curiosidade incessante por notícias e cultura pop. Se você procura uma abordagem vibrante e envolvente, está no lugar certo!

Artigos: 977