Governo deve lançar programa para compra de ônibus elétricos, diz diretor do BNDES

TAG Notícias

O Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) está se preparando para impulsionar uma nova era de mobilidade sustentável no Brasil. Segundo José Luis Gordon, diretor de Desenvolvimento Produtivo, Inovação e Comércio Exterior do BNDES, o governo está em fase de estudos para lançar ainda neste ano um programa nacional destinado a fomentar a comercialização de ônibus elétricos. O objetivo é não apenas modernizar a frota nacional, mas também reduzir significativamente a emissão de carbono.

O diretor de Desenvolvimento Produtivo, Inovação e Comércio Exterior do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), José Luis Gordon (foto: reprodução)
O diretor de Desenvolvimento Produtivo, Inovação e Comércio Exterior do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), José Luis Gordon (foto: reprodução)

Os recursos para viabilizar esse ambicioso projeto provavelmente serão provenientes do Fundo Clima, que conta com uma carteira de R$ 10 bilhões, além de recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Gordon ressalta que essa iniciativa governamental tem o potencial não apenas de impulsionar a adoção de ônibus elétricos, mas também de estimular o desenvolvimento da indústria de baterias elétricas no país.

Leia também: Referência em conservação marinha, Fernando de Noronha também sofre com a poluição por plástico

O diretor do BNDES destacou em entrevista à EXAME que o projeto conta com o apoio do governo federal, que já mapeou a demanda por ônibus elétricos no país. Ele antecipa que o presidente Lula deve anunciar em breve um amplo programa voltado para essa iniciativa, o qual poderá revolucionar o setor e impulsionar a indústria nacional de baterias elétricas.

A trajetória para a implementação desse plano nacional teve início com uma operação estruturada para o município de São Paulo. O BNDES aprovou recentemente o financiamento de R$ 2,5 bilhões para a aquisição de ônibus elétricos pela capital paulista. Com esse investimento, estima-se que entre 1.000 e 1.300 ônibus movidos exclusivamente a bateria possam ser adquiridos, o que representaria a substituição de 10% da frota atual da cidade.

Alcance o domínio total do Excel e destaque-se! Torne-se um verdadeiro especialista com este curso exclusivo

Essa iniciativa não apenas promove a modernização do transporte público, mas também contribui para a redução das emissões de CO2 na atmosfera da cidade, evitando aproximadamente 63.000 toneladas de CO2 equivalente/ano.

Gordon enfatiza que essa operação é um marco significativo, demonstrando o compromisso do BNDES e da prefeitura de São Paulo com a sustentabilidade e o fortalecimento da indústria nacional. O financiamento via Finame, com normas de conteúdo nacional, tem impulsionado o setor e aberto caminho para uma nova era de mobilidade urbana sustentável.

Fique por dentro das últimas notícias sobre mobilidade e sustentabilidade. Siga a gente no Google News!

Sarah Oliveira
Sarah Oliveira

Uma amante das palavras em uma jornada incessante de descoberta. Originária de São Paulo, encontro nas nuances da linguagem minha paixão. Com formação em Comunicação, tenho o prazer de guiar você pelos intrincados caminhos das notícias, oferecendo uma perspectiva única sobre o que acontece no Brasil e no mundo.

Artigos: 1727

Deixe um comentário