Gigante do entretenimento, Paramount tem prejuízo de meio bilhão e demite presidente do cargo

DEMISSÃO E ROMBO

A Paramount registrou uma reviravolta financeira no primeiro trimestre, com uma redução significativa no prejuízo líquido. Paramount, uma das gigantes da indústria do entretenimento, reportou um prejuízo líquido de US$ 554 milhões, marcando uma queda de 50,4% em comparação com o ano anterior. Essa melhora financeira mostra uma trajetória positiva para a empresa, refletindo seus esforços em se adaptar às demandas do mercado.

Leia também: Diretor do Itaú confessa como começou negociação para Madonna vir ao Rio de Janeiro

As receitas também apresentaram um crescimento notável, subindo 6% para atingir US$ 7,68 bilhões. Dentre essas receitas, os ganhos provenientes da TV alcançaram US$ 5,23 bilhões, representando um aumento anual de 1%. Além disso, as receitas provenientes de serviços diretos ao consumidor, incluindo streaming, experimentaram um crescimento impressionante de 24%, totalizando US$ 1,88 bilhão. As operações da produtora e distribuidora Filmed Entertainment também contribuíram para esse cenário positivo, com um avanço de 3%, totalizando US$ 605 milhões.

O prejuízo operacional encolheu consideravelmente, atingindo US$ 417 milhões, uma redução de 66% em relação ao período anterior.

Durante este período, a receita proveniente de assinaturas cresceu 22% em relação ao ano anterior, totalizando US$ 1,36 bilhão. O faturamento com publicidade também apresentou um crescimento robusto, aumentando em 31% e atingindo US$ 520 milhões. Este aumento foi impulsionado por eventos esportivos de grande porte, como o Super Bowl, e o contínuo crescimento da Pluto TV.

A plataforma Paramount+ testemunhou um aumento significativo no número de assinantes, adicionando 3,7 milhões durante o trimestre e ultrapassando a marca de 71 milhões de clientes. A receita desta plataforma também cresceu substancialmente, refletindo não apenas o aumento no número de assinantes, mas também o crescimento na receita média por assinante, que aumentou em 26% em relação ao ano anterior.

A notícia da saída do diretor-presidente Bob Bakish foi um ponto de destaque. A empresa anunciou a criação de um “escritório de CEOs”, composto por três executivos seniores: George Cheeks, Chris McCarthy e Brian Robbins. Essa mudança estratégica visa impulsionar o crescimento e desenvolver conteúdos populares, otimizando a estratégia de streaming da empresa.

Paramount está em negociações com a Skydance Media, com potencial para uma fusão que pode remodelar o cenário do entretenimento. Esta movimentação estratégica levanta questões e expectativas no mercado, com possíveis impactos nas ações da empresa.

A saída de Bakish do cargo de diretor-presidente impulsionou um aumento nas ações da empresa, refletindo a confiança dos investidores nas mudanças em curso. O mercado está atento aos desdobramentos dessas negociações, com a janela de exclusividade para as negociações expirando em breve.

Siga a gente no Google News para acompanhar as últimas notícias e atualizações sobre a Paramount e a indústria do entretenimento!

Daniel Vicente
Daniel Vicente

Sou um entusiasta da informação, natural de Brasília. Atualmente, mergulho nos estudos de Ciências Políticas. Aqui, você encontrará análises aprofundadas sobre política, economia e assuntos globais. Vamos explorar juntos o vasto universo do conhecimento!

Artigos: 1631

Deixe um comentário