Fotos: Vazam fotos dos corpos dos pais e da irmã que adolescente assassinou

CHOCANTE

Na última sexta-feira (17/5), um menino matou os pais adotivos e a irmã em um crime brutal que chocou a Vila Jaguara, zona oeste de São Paulo. O adolescente de 16 anos, que cometeu os homicídios, revelou à polícia que não se arrepende e que “faria novamente” se tivesse a chance.

Leia também: Como falar com as crianças sobre a tragédia ocorrida no Rio Grande do Sul?

Entenda o Caso:

O adolescente, em depoimento à polícia, afirmou que já havia pensado em matar os pais anteriormente. Ele decidiu executar o plano depois que os pais “confiscaram” seu celular. Os conflitos com os pais eram constantes, e, segundo ele, na véspera do crime, os pais o chamaram de “vagabundo”.

Na sexta-feira, por volta das 13h, o pai e a irmã foram mortos. Após os assassinatos, o jovem almoçou ao lado do cadáver do pai e foi à academia. A mãe foi assassinada mais tarde, por volta das 19h, quando chegou do trabalho.

O jovem manteve sua rotina durante o final de semana, convivendo com os corpos dos familiares. No sábado (18/5), cravou uma faca nas costas da mãe, ainda com raiva dela por causa do celular confiscado.

Arma do Crime:

A arma usada no crime, uma pistola Taurus 9mm, pertencia ao pai, que era guarda civil metropolitano em Jundiaí. Na manhã de sexta-feira, o garoto fez testes com a arma, atirando contra um colchão, antes de aguardar a chegada do pai e da irmã. O pai foi morto com um tiro na nuca enquanto se debruçava sobre a pia da cozinha. A irmã foi assassinada logo depois, no andar superior da casa, e a mãe foi morta horas depois, também na cozinha.

Confissão e Consequências:

O adolescente passou todo o fim de semana ao lado dos corpos até ligar para a Polícia Militar na madrugada de segunda-feira (20/5) para se entregar. Ele confessou o crime e foi encaminhado para a Fundação Casa após ser ouvido no 87º Distrito Policial.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP), o caso foi registrado como ato infracional de homicídio – feminicídio; ato infracional de posse ou porte ilegal de arma de fogo; e ato infracional – vilipêndio a cadáver.

Fotos:

Agora fotos da cena estão viralizando na web e podem ser vista na rede social X.


Para acompanhar mais notícias impactantes como esta, siga a gente no Google News. Clique aqui para não perder nenhuma atualização.

Daniel Vicente
Daniel Vicente

Sou um entusiasta da informação, natural de Brasília. Atualmente, mergulho nos estudos de Ciências Políticas. Aqui, você encontrará análises aprofundadas sobre política, economia e assuntos globais. Vamos explorar juntos o vasto universo do conhecimento!

Artigos: 1764

Deixe um comentário