Fondue, sushi e carpaccio: os banquetes de Coronel Telhada pagos pela Câmara

TAG Notícias

O deputado federal Coronel Telhada (PP-SP) chamou a atenção ao utilizar a cota parlamentar da Câmara dos Deputados para bancar refeições extravagantes. Entre os meses de fevereiro e junho deste ano, Telhada foi o deputado paulista que mais gastou verba pública com alimentação, totalizando mais de R$ 6,2 mil em reembolsos por suas refeições, o que equivale a uma média de R$ 1,5 mil por mês.

De acordo com relatos de amigos do parlamentar nas redes sociais, ele foi flagrado desfrutando de jantares que incluíam rodízio de sushi, fondue, carpaccio de abobrinha e salmão defumado. Procurado para comentar sobre os gastos, Coronel Telhada não respondeu às solicitações da reportagem do portal Metrópoles.

Leia também: Haddad será chamado ao PT para explicar acordo com Guilherme Boulos

Telhada, que é ex-comandante da Rota, a tropa de elite da Polícia Militar paulista, assumiu o cargo na Câmara dos Deputados em fevereiro deste ano, substituindo Bruno Lima (PP-SP), que se licenciou para ocupar o cargo de secretário de Inovação e Tecnologia da Prefeitura de São Paulo.

A cota parlamentar é destinada a cobrir despesas relacionadas ao mandato, como aluguel de escritório, passagens aéreas, alimentação, entre outras. No caso dos deputados paulistas, a cota é de R$ 42,8 mil. As despesas de Telhada foram verificadas através do portal da Transparência e revelaram gastos com jantares em restaurantes renomados de São Paulo e Brasília, além de compras em padarias de luxo na capital paulista.

Durante o período analisado, Telhada gastou R$ 2 mil somente em alimentação entre 26 de abril e 25 de maio, incluindo dois jantares em Campos do Jordão, cidade conhecida como um dos destinos turísticos preferidos dos paulistas durante o inverno.

Um dos registros chamou a atenção, no qual o deputado solicitou o reembolso de R$ 55 após realizar uma compra em uma padaria de luxo, na qual adquiriu itens como babaganuche, salmão defumado, pão de alho, baguete de cebola e carpaccio de abobrinha.

Além disso, Telhada jantou em dois restaurantes especializados em fondue em Campos do Jordão, sendo ressarcido em R$ 135 pela Câmara dos Deputados, de um total de R$ 297 gastos.

Outros gastos mencionados incluem almoços em restaurantes japoneses, restaurantes árabes e até mesmo em um restaurante chinês, totalizando reembolsos de R$ 357 apenas por três refeições feitas no último estabelecimento citado.

As despesas de Coronel Telhada geraram polêmica e levantaram questionamentos sobre a utilização dos recursos públicos destinados aos parlamentares.

Sarah Oliveira
Sarah Oliveira

Uma amante das palavras em uma jornada incessante de descoberta. Originária de São Paulo, encontro nas nuances da linguagem minha paixão. Com formação em Comunicação, tenho o prazer de guiar você pelos intrincados caminhos das notícias, oferecendo uma perspectiva única sobre o que acontece no Brasil e no mundo.

Artigos: 2097