Filha espanca a própria mãe até a morte e liga para emergência: “Acabei de matar minha mãe”

TAG Notícias

Na tranquila manhã de segunda-feira em Mott Haven, Nova York, a comunidade foi abalada por um incidente terrível que resultou na perda trágica de uma vida.

Skydajah Patterson, uma jovem de 26 anos, está sob custódia das autoridades após um confronto fatal dentro de seu próprio lar, onde ela espancou até a morte sua mãe, Selma Mclean, de 46 anos.

Leia também: Corpo de mulher é encontrado escondido dentro de buraco no asfalto perto da Avenida 23 de Maio em SP

O cenário desse ato de violência chocante foi o apartamento da família. Após uma discussão intensa, Skydajah confessou ter agredido sua mãe com uma panela, resultando em graves ferimentos na cabeça e no rosto. Desesperada, ela ligou para os serviços de emergência, proferindo palavras que ecoam uma tragédia inimaginável: “Acabei de matar minha mãe”.

Os socorristas chegaram ao local para encontrar Selma inconsciente, com sinais evidentes de trauma. Apesar dos esforços heroicos para salvá-la, Selma sucumbiu aos ferimentos. Patterson foi imediatamente detida pelas autoridades, lançando luz sobre uma série de eventos perturbadores que antecederam esse trágico desfecho.

Danaeyah Reynolds, afilhada de Selma Mclean, compartilhou detalhes alarmantes sobre o histórico de Skydajah. A jovem havia sido recentemente liberada de uma ala psiquiátrica, e sinais preocupantes de instabilidade mental foram evidentes em suas interações prévias.

“Ela começou a ouvir vozes e começou a falar com voz de homem ontem à noite”, revelou Reynolds. “Minha madrinha disse que estava com medo. Jamilla disse que estava com medo porque Skydajah estava dizendo que as vozes em sua cabeça lhe diziam que [minha madrinha] era perigosa.”

Essa tragédia não é um evento isolado. Relatos indicam que Selma Mclean havia contatado a polícia anteriormente para relatar ataques por parte de sua filha. Esse padrão de violência doméstica agora levanta questões sobre o apoio às vítimas e a necessidade de intervenção precoce em casos de saúde mental.

Enquanto as autoridades investigam esse evento devastador, é fundamental que a comunidade se una em apoio às vítimas de violência doméstica e em busca de soluções para prevenir futuras tragédias.

Siga a gente no Google News para atualizações sobre este caso e outros eventos importantes. Juntos, podemos promover conscientização e mudança.

Daniel Vicente
Daniel Vicente

Sou um entusiasta da informação, natural de Brasília. Atualmente, mergulho nos estudos de Ciências Políticas. Aqui, você encontrará análises aprofundadas sobre política, economia e assuntos globais. Vamos explorar juntos o vasto universo do conhecimento!

Artigos: 1561

Deixe um comentário