Logo
Virou notícia, virou Tag!

Ex-mulher do namorado de Suzane Von Richthofen diz temer pelas filhas e briga por guarda: “Estou apavorada”

Ex-mulher de atual marido de Suzane Von Richthofen luta pela guarda das filhas em meio a preocupações de convivência com Suzane.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Silvia Constantino Franco, ex-esposa do atual namorado de Suzane von Richthofen (Foto: Reprodução / Tag Notícias)
Silvia Constantino Franco, ex-esposa do atual namorado de Suzane von Richthofen (Foto: Reprodução / Tag Notícias)

A batalha pela guarda das três filhas do atual marido de Suzane Von Richthofen, liderada por sua ex-mulher, a médica Sílvia Constantino Franco, de 44 anos, ganha destaque nos tribunais. Esta disputa ocorre enquanto o também médico Felipe Zecchini Nunes, de 40 anos, que será pai novamente com sua atual companheira, Suzane, de 39, espera a decisão judicial.

Sílvia Constantino Franco, em entrevista ao jornal O Globo, compartilha suas preocupações sobre a guarda das crianças, alegando que entregou temporariamente a guarda ao ex-marido devido a fragilidades pessoais. Agora, ela busca retomar a guarda das filhas, temendo a influência de Suzane na vida delas.

Leia também: Pastor golpista é preso após ele e quadrilha fazerem mais de 50 mil vítimas

A médica expressa sua inquietação: “Não quero que minhas filhas sejam criadas por uma assassina psicopata. Tenho receio de que minhas filhas tenham contato com Suzane. Embora ela tenha o direito de reconstruir sua vida, não quero que isso ocorra perto das minhas filhas. Estou apavorada. As imagens de Felipe com Suzane me deixam profundamente perturbada.”

As crianças, com idades entre 7 e 13 anos, atualmente residem com o pai em Bragança Paulista. A batalha judicial já começou, com o Ministério Público analisando o pedido de tutela de Sílvia, feito em 17 de setembro, visando agilizar o processo judicial.

Felipe Zecchini, de 40 anos, médico e namorado de Suzane Von Richthofen
Felipe Zecchini, de 40 anos, médico e namorado de Suzane Von Richthofen

É relevante mencionar que Suzane Von Richthofen foi condenada a 39 anos de prisão pelo assassinato de seus pais em 31 de outubro de 2002. Após cumprir parte de sua pena em regime fechado, ela agora cumpre o restante em liberdade. Seu envolvimento no crime foi determinado pela sentença, e seu histórico criminal foi anexado ao processo de guarda das crianças.

Desde o início de seu relacionamento com Suzane, Felipe Zecchini optou por se manter recluso, não fazendo declarações públicas. Até o momento, seu advogado, Luiz Adriano de Lima, informou que o médico não comentaria o caso, pois ainda não havia sido notificado oficialmente pela Justiça.

Sílvia, que até agora também não havia falado sobre a relação de seu ex-marido com Suzane, decidiu quebrar o silêncio para garantir a segurança de suas filhas, mesmo que isso signifique expor suas próprias feridas. Ela descreve uma relação abusiva com seu ex-marido, que incluiu momentos violentos durante a gravidez, levando-a a enfrentar um período de depressão severa.

Guarda unilateral

Na época da separação, um acordo estabeleceu a guarda unilateral das crianças com Felipe. No entanto, Sílvia agora busca convencer a Justiça de que está em condições de retomar a guarda de suas filhas e que as crianças devem ser protegidas da presença de Suzane.

Sílvia também relata que, após a separação, concordou em pagar uma pensão mensal de R$ 10 mil às filhas. O Ministério Público solicitou uma avaliação social da família de Felipe e Sílvia para dar seu parecer final. O juiz do caso também pediu que a médica forneça o número de sua conta corrente, caso a decisão final seja a favor dela, para que Felipe possa depositar a pensão das filhas.

Leia também: Rafael Ilha revela que verdade sobre morte de Gugu vai aparecer e que ele sabe tudo

Até o momento, não há relatos de problemas entre as crianças e Suzane Von Richthofen. No entanto, Sílvia compartilha preocupações com base em percepções, como o comportamento da filha mais velha durante uma troca de mensagens por aplicativo de celular.

A batalha pela guarda das filhas de Felipe e Sílvia está agora nas mãos do juiz Rodrigo Sette Carvalho, da comarca de Bragança Paulista, aguardando uma decisão judicial definitiva.

Daniel Vicente
Daniel Vicente
Sou um entusiasta da informação, natural de Brasília. Atualmente, mergulho nos estudos de Ciências Políticas. Aqui, você encontrará análises aprofundadas sobre política, economia e assuntos globais. Vamos explorar juntos o vasto universo do conhecimento!