Logo
Virou notícia, virou Tag!

Ex-CEO das Lojas Americanas apresenta atestado e falta à CPI

Miguel Gutierrez havia pedido que fosse dispensado para comparecer a CPI, porém o pedido foi negado e ele apresentou atestado médico para justificar a falta

Facebook
Twitter
LinkedIn
CPI da Americanas começou e CEO apresentou atestado (Foto: Reprodução / Tag Notícias)
CPI da Americanas começou e CEO apresentou atestado (Foto: Reprodução / Tag Notícias)

Miguel Gutierrez, ex-CEO da renomada empresa Americanas, chamou a atenção ao apresentar um atestado médico como justificativa para sua ausência na aguardada Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) realizada pela Câmara dos Deputados, que tem como objetivo investigar a suposta fraude ocorrida na organização. Inicialmente, o depoimento do ex-CEO estava agendado para acontecer pontualmente às 15h.

Leia também: CPI da Americanas começa hoje e promete pegar fogo com escândalo

Vale destacar que Gutierrez já havia requerido ao Supremo Tribunal Federal (STF) sua dispensa de comparecimento à CPI, entretanto, seu pedido foi negado, sendo-lhe concedida apenas a prerrogativa de permanecer em silêncio, caso assim deseje, ao responder aos questionamentos feitos pelos parlamentares.

Atestado médico

Nessa terça-feira, o advogado do ex-CEO protocolou um atestado médico, emitido por um profissional da área da saúde, atestando sua incapacidade de comparecer ao depoimento previamente agendado.

No entanto, os motivos que levaram à sua ausência não foram revelados publicamente pela Câmara, em razão do sigilo estipulado pela Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

Agora, caberá ao presidente da comissão, o deputado Gustinho Ribeiro (Republicanos-SE), tomar a decisão quanto a uma possível convocação futura de Miguel Gutierrez para prestar depoimento em outra data, além de definir o cronograma para tal eventualidade.

É importante lembrar que a CPI foi instituída com o propósito de investigar minuciosamente um alegado rombo financeiro de expressivos R$ 20 bilhões na conceituada varejista, que é uma das maiores empresas do Brasil em seu segmento.

Lojas Americanas começa CPI (Foto: Reprodução / Tag Notícias)
Lojas Americanas começa CPI (Foto: Reprodução / Tag Notícias)

Em audiências anteriores, Leonardo Coelho, o atual CEO da empresa, fez sérias acusações à antiga diretoria, afirmando que esta teria praticado fraudes nos balanços financeiros da Americanas, o que certamente ampliou ainda mais o interesse público sobre a questão.

Outro indivíduo sob investigação é Fábio Abrate, ex-diretor financeiro e de relações com investidores da empresa, que também tentou obter autorização do STF para não comparecer à CPI, contudo, tal pedido também foi negado pela Corte. Até o momento, ele não confirmou presença e tampouco apresentou documentos com as justificativas para sua ausência.

A sessão da CPI está confirmada e promete ser bastante reveladora, com a participação de representantes da renomada empresa de auditoria KPMG no Brasil, representada pela sócia de auditoria Carla Bellangero, e da conceituada empresa PwC, representada pelo líder de auditoria Fábio Mendes. Ambas as empresas foram responsáveis por realizar auditorias nos balanços da Americanas durante o período em que a fraude teria ocorrido.

Vale mencionar que tanto Carla quanto Mendes comparecerão à Câmara na condição de convidados, com o intuito de prestar esclarecimentos à CPI.

Daniel Vicente
Daniel Vicente
Sou um entusiasta da informação, natural de Brasília. Atualmente, mergulho nos estudos de Ciências Políticas. Aqui, você encontrará análises aprofundadas sobre política, economia e assuntos globais. Vamos explorar juntos o vasto universo do conhecimento!