Ex-BBB é condenada a indenizar Ratinho: “costume de levar mulheres para o camarim”

TAG Notícias

A decisão foi divulgada recentemente e a influenciadora se pronunciou em seu perfil do Instagram, alegando que irá recorrer da decisão e que não foi ouvida nem questionada sobre as provas do processo.

A ex-participante do reality show Big Brother Brasil e influenciadora digital, Ariadna, foi condenada a indenizar o apresentador Ratinho em R$20 mil após afirmar que o apresentador do SBT tinha o costume de levar mulheres para o seu camarim.

+ Justiça manda penhorar medalhas, troféus e outros bens do ex-jogador Vampeta

Ariadna afirmou que a sentença foi injusta e que as provas não foram levadas em consideração. Segundo ela, não houve ofensa à honra e à dignidade, nem danos morais, uma vez que o próprio Ratinho fez brincadeiras sobre o assunto em seu programa ao vivo. “A justiça nem sempre é justa”, desabafou.

 


A polêmica teve início quando Ariadna saiu em defesa da cantora Anitta no Facebook, após uma discussão entre a cantora e o apresentador. Ratinho entrou com um processo pedindo a indenização, a remoção do comentário nas redes sociais e a proibição de a influenciadora se pronunciar sobre o assunto.

A ex-BBB afirmou que irá recorrer da decisão até o Supremo Tribunal Federal, se necessário, e disse que aprendeu a lição de parar de defender amigos, uma vez que ninguém nunca a defendeu. “Uma pessoa que tem falas tão polêmicas ao vivo… e todo o país sabe”, concluiu a influenciadora.

 


A decisão da justiça ainda cabe recurso e, por isso, a batalha entre Ariadna e Ratinho deve continuar nos tribunais.

 

Sarah Oliveira
Sarah Oliveira

Uma amante das palavras em uma jornada incessante de descoberta. Originária de São Paulo, encontro nas nuances da linguagem minha paixão. Com formação em Comunicação, tenho o prazer de guiar você pelos intrincados caminhos das notícias, oferecendo uma perspectiva única sobre o que acontece no Brasil e no mundo.

Artigos: 2007