Startup chinesa inventa máquina que transmite beijos a longa distância

TAG Notícias

Empresa chinesa inventa máquina de beijos para namoros remotos

A ideia surgiu durante a pandemia da covid-19, na China, quando a população foi proibida de deixar seus apartamentos por muitos meses.

Eu estava em um relacionamento naquela época, mas não pude conhecer minha namorada devido aos lockdowns“, disse o inventor Zhao Jianbo.

Jing Zhiuan, inventor da máquina de beijo(Foto: Tingshu Wang)
Jing Zhiuan, utilizando a máquina de beijos (Foto: Tingshu Wang)

Nas duas semanas primeiras após o lançamento do produto, a empresa vendeu mais de 3 mil máquinas e recebeu cerca de 20 mil pedidos.

Para usar, o usuário deve baixar um aplicativo no celular e emparelhar à sua máquinas de beijo, que conecta na porta de carregamento do telefone. Ativado ao dispositivo, quando beijado, o equipamento beija de volta.

Embora tenha os mesmos lábios unissex, o dispositivo está disponível em diversas cores.

+ Fabíola Reipert vaza que Bruna está grávida e que Neymar será pai novamente

O MUA, como foi batizado, pensado no som que as pessoas costumam fazer ao mandar um beijo, também captura, reproduz som e aquece levemente durante os lábios, tornando a experiência mais real.

Os dados dos beijos dos usuários são registrados por meio de sensores de movimento nos lábios de silicone do dispositivo, que se movem simultaneamente ao repetir os movimentos recebidos.

Débora Carvalho
Débora Carvalho

Uma apaixonada por histórias e uma contadora nata. Com base em Belo Horizonte, curso Jornalismo e alimento minha curiosidade incessante por notícias e cultura pop. Se você procura uma abordagem vibrante e envolvente, está no lugar certo!

Artigos: 1052