Dono de Porsche chorou em 1ª noite na cadeia: “Preferia ter morrido”

preso

O empresário Fernando Sastre de Andrade Filho, de 24 anos, enfrentou uma primeira noite na prisão marcada por lágrimas e recusa de alimentação e descanso, após se entregar à Polícia Civil de São Paulo, na tarde de segunda-feira (6/5), em cumprimento a um mandado de prisão preventiva.

Leia também: Defensoria Pública pede R$ 10 milhões ao tutor do cachorro Joca

Pedido de Habeas Corpus em Julgamento

Nesta terça-feira (7/5), o Superior Tribunal de Justiça (STJ) julgará o pedido de habeas corpus feito pela defesa de Fernando, enquanto ele comparece a uma audiência de custódia no Fórum da Barra Funda.

Detalhes do Caso e Desdobramentos

O jovem é acusado de dirigir embriagado seu Porsche, avaliado em mais de R$ 1 milhão, e colidir com o veículo de Ornaldo da Silva Viana, resultando na morte do motorista de aplicativo.

Receba nossas notícias em tempo real no whatsapp

Controvérsias e Investigação

O caso levanta questionamentos sobre a aplicação da lei, especialmente após laudos apontarem a alta velocidade do Porsche e relatos contraditórios sobre o consumo de álcool pelo empresário.

Siga a gente no Google News para atualizações em tempo real e análises aprofundadas sobre esse caso em andamento.

Sarah Oliveira
Sarah Oliveira

Uma amante das palavras em uma jornada incessante de descoberta. Originária de São Paulo, encontro nas nuances da linguagem minha paixão. Com formação em Comunicação, tenho o prazer de guiar você pelos intrincados caminhos das notícias, oferecendo uma perspectiva única sobre o que acontece no Brasil e no mundo.

Artigos: 1879

Deixe um comentário