Criminoso que compartilhou fotos de Marília Mendonça ameaçou fazer massacre em escola

TAG Notícias

O homem que preso em Santa Maria, no DF, por compartilhar fotos de Marília Mendonça e outros artistas ameaçou fazer um massacre em uma escola do Distrito Federal

André Felipe de Souza Alves Pereira, um jovem de 22 anos, foi preso por compartilhar imagens ilegais de artistas falecidos, incluindo Marília Mendonça, Cristiano Araújo, Gabriel Diniz e Mamonas Assassinas.

Além disso, ele ameaçou realizar um massacre em uma escola do Distrito Federal e fez comentários racistas e de apologia ao nazismo nas mídias sociais.

Um ano após morte, Marília Mendonça envia carta psicografada com desabafo: “Tudo foi tão rápido”

Ele foi preso pela polícia na segunda-feira, 17 de abril, em Santa Maria, no Distrito Federal, depois que a investigação conduzida pela Delegacia Especial de Repressão aos Crimes Cibernéticos (DRCC) descobriu que ele compartilhava o conteúdo criminoso indiscriminadamente.

As imagens dos artistas foram obtidas de forma clandestina e distribuídas sem autorização na internet. No Brasil, a pena para o crime de vilipêndio de cadáver é de 1 a 3 anos de prisão e multa, conforme o artigo 212 do Código Penal.

A coluna Na Mira descobriu o perfil usado por André Felipe, que apresentava publicações cheias de ódio e ironia zombando dos cantores falecidos, incluindo Gabriel Diniz, que morreu em 2019 em um acidente aéreo em Sergipe. Ele chegou a publicar um vídeo em que o corpo do artista aparecia boiando em um rio e escreveu: “Gabriel Diniz nadando”.

Em outra postagem, o criminoso usou o perfil para oferecer imagens dos corpos de Marília Mendonça, Cristiano Araújo e Mamonas Assassinas para seus seguidores no Telegram.

Ruth Moreira, mãe de Marília Mendonça diz que família está chocada com a divulgação das fotos da autópsia da cantora

Nesta sexta-feira, dia 14 de abril, Ruth Moreira, mãe de Marília Mendonça, usou as redes sociais para se pronunciar sobre o vazamento de fotos do corpo da cantora registradas durante a autópsia no Instituto Médico Legal após o acidente aéreo que matou a eterna Rainha da Sofrência em novembro de 2021.

Débora Carvalho
Débora Carvalho

Uma apaixonada por histórias e uma contadora nata. Com base em Belo Horizonte, curso Jornalismo e alimento minha curiosidade incessante por notícias e cultura pop. Se você procura uma abordagem vibrante e envolvente, está no lugar certo!

Artigos: 1023