Logo
Virou notícia, virou Tag!

CPTM estuda novo eixo de trens entre Bauru e Ribeirão Preto

Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) explora expansão dos trens intercidades no interior de São Paulo

Facebook
Twitter
LinkedIn
Plano da CPTM de ligar trens intercidades (Foto: Reprodução / Tag Notícias)
Plano da CPTM de ligar trens intercidades (Foto: Reprodução / Tag Notícias)

Na busca por fortalecer a rede de transporte ferroviário intercidades, a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) está investigando a possibilidade de estabelecer dois eixos de trens intercidades no interior do estado de São Paulo.

Leia também: Gigante espanhola, Acciona quer 50% da participação de mulheres em seus projetos

Durante a recente sessão da Comissão de Infraestrutura, Atividades Econômicas e Transportes e Comunicações realizada na Assembleia Legislativa, Rafael Benini, secretário de Parcerias e Investimentos, compartilhou que a operadora está analisando a viabilidade de criar novas conexões ferroviárias entre Sorocaba e Bauru, bem como entre Sorocaba, Campinas e Ribeirão Preto.

Ampliando Horizontes: rede de trens intercidades

Imaginando uma rede de trens intercidades que abrange 173 cidades e estabelece ligações ferroviárias abrangentes, desde Piracicaba até Caraguatatuba, a CPTM apresentou um ambicioso estudo em 2013 durante a 19ª Semana de Tecnologia Metroferroviária. Dividida em diferentes fases que abrangem o período de 2020 a 2040, essa rede teria o potencial de beneficiar a vasta “macrometrópole” paulistana, lar de cerca de 30,1 milhões de habitantes.

Visão Futurística: projeções e expansão

No panorama de 2020, de acordo com as projeções apresentadas, além das quatro linhas já prometidas, são previstos acréscimos com novas conexões entre cidades, contornando a necessidade de passar pela capital, conforme ilustrado no mapa divulgado durante a apresentação.

Ao alcançar o horizonte de 2030, os estudos apontam para uma malha ferroviária estendida que chega até São José do Rio Preto, beneficiando localidades anteriormente não imaginadas, como a cidade de Caraguatatuba.

Para 2040, o mapa vislumbra ainda mais conexões entre municípios, evitando, mais uma vez, a região metropolitana de São Paulo.

Novo plano de negócios revisão estratégica

À medida que a CPTM busca revitalizar sua estratégia de crescimento, a empresa revela planos de “publicar Edital para contratação de nova Rede de Simulação e do Modelo de Demanda da Macrometrópole Paulista”. Isso sugere uma revisão do plano existente.

Leia também: Acciona promete entregar três estações de metrô simultaneamente; última vez que isso aconteceu foi há 30 anos

A empresa delineia a intenção de “revisar o estudo de trens regionais em vigor (conhecido como ‘Mobilidade na Macrometrópole’) e estabelecer um novo conceito e diretrizes para a implementação de Trens Intercidades no estado de São Paulo.”

À medida que o cenário evolui, a CPTM demonstra seu comprometimento em criar um sistema ferroviário intercidades abrangente e eficiente, conectando cidades e regiões no interior do estado de São Paulo.

Daniel Vicente
Daniel Vicente
Sou um entusiasta da informação, natural de Brasília. Atualmente, mergulho nos estudos de Ciências Políticas. Aqui, você encontrará análises aprofundadas sobre política, economia e assuntos globais. Vamos explorar juntos o vasto universo do conhecimento!