COPOM não contraria as expectativas e faz corte de 0,25 na taxa básica de juros

economia

De acordo com as expectativas do mercado, o Comitê de Política Monetária do Banco Central (COPOM) reduziu a SELIC em 0,25, quebrando a série de reduções de 0,5 pp que vinham ocorrendo até o mês passado.

Leia também: Com placar apertado, Senado aprova novo DPVAT com extra de R$ 15 bilhões no orçamento

Segundo o economista Ulisses Ruiz de Gamboa, do IEGV, mesmo com o comportamento mais benigno da inflação, o aumento das incertezas no campo fiscal foi decisivo: “com a mudança da meta de resultado primário em 2025, e dos sinais negativos do cenário internacional, o COPOM deve ter levado em consideração o forte crescimento dos salários e os possíveis impactos nos preços futuros”.

Receba nossas notícias em tempo real no whatsapp

A decisão reduz a taxa Selic para 10,50% ao ano.

Ruiz de Gamboa acrescenta ainda que “a cautela na condução da política monetária se justifica, se considerarmos eventuais ameaças.”

Siga a gente no Google News para ficar por dentro das últimas notícias!

De qualquer forma, para projeções que considerem mais precisamente a dinâmica das taxas futuras dos juros básicos, é importante a leitura atenta do comunicado publicado, após a divulgação da resolução do COPOM, além da Ata da Reunião.

 

Sarah Oliveira
Sarah Oliveira

Uma amante das palavras em uma jornada incessante de descoberta. Originária de São Paulo, encontro nas nuances da linguagem minha paixão. Com formação em Comunicação, tenho o prazer de guiar você pelos intrincados caminhos das notícias, oferecendo uma perspectiva única sobre o que acontece no Brasil e no mundo.

Artigos: 1924

Deixe um comentário