Burger King compra operações da Starbucks no Brasil por R$120 Milhões

Negociação fortalece a presença da Zamp no setor de alimentação com a aquisição das cafeterias da SouthRock, que passa por recuperação judicial
acordo milionário
 A Zamp, proprietária do Burger King no Brasil, anunciou a compra das operações da Starbucks no país por R$ 120 milhões. O acordo foi divulgado nesta quinta-feira e envolve a aquisição das unidades operadas pela SouthRock, que pediu recuperação judicial no final do ano passado.

Leia também: Brasileiros lideram uso do whatsApp com figurinhas e mensagens de voz

As negociações, iniciadas em fevereiro, foram conduzidas pelo controlador da Zamp, o fundo árabe Mubadala, diretamente com a sede da Starbucks em Seattle, nos Estados Unidos. A compra será realizada através de um processo competitivo, no qual propostas fechadas serão apresentadas.

Detalhes da Compra

  • Oferta Vinculante: A Zamp confirmou ter feito uma oferta vinculante à SouthRock para adquirir os ativos da rede Starbucks no Brasil. A efetivação da oferta depende da análise e autorização do judiciário, aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e a assinatura definitiva da Starbucks Corporation.
  • Indenização: Se a Zamp não vencer o processo, poderá igualar eventuais ofertas apresentadas por terceiros e terá o direito de ser indenizada, conforme comunicado da empresa.
  • Ajustes no Valor: O preço de R$ 120 milhões está sujeito a ajustes para refletir a quantidade de lojas adquiridas e o nível de estoque na data de fechamento do negócio.

Análise do Setor

  • Especialista Jurídico: Gustavo Pacífico, sócio do Yarshell Advogados, destaca que a oferta vinculante de R$ 120 milhões feita pela Zamp garante que a rede de cafeterias não seja vendida por um valor menor, beneficiando credores e a própria SouthRock. “Não há obrigação legal de a venda ser via leilão em recuperação judicial, mas esta tende a ser a melhor forma de alienação”, explicou.
  • Posicionamento da Starbucks: Alberto Serrentino, especialista em varejo, afirmou que a aquisição faz sentido para a Zamp, destacando que a Starbucks está bem posicionada no Brasil. Ele ressalta que a Zamp possui a expertise para operar marcas internacionais no país, como demonstrado com o Burger King.

Expansão e Sinergias

  • Portfólio Diversificado: Gerson Brilhante, analista da Levante Inside Corp, comenta que a Zamp amplia seu portfólio, diversificando a oferta de itens como cafés e produtos alimentícios mais leves, diminuindo a dependência de um único segmento.

Receba nossas notícias em tempo real no whatsapp

  • Eficiência Operacional: A Zamp poderá otimizar a logística e a cadeia de suprimentos das lojas Starbucks, aproveitando sua infraestrutura existente, resultando em economia de custos e maior eficiência operacional.

Fundo Mubadala e Varejo Brasileiro

  • Investimentos Diversificados: O fundo soberano Mubadala, que possui 60% da Zamp, busca ampliar sua atuação no varejo brasileiro. No mercado, a percepção é que o fundo quer transformar a Zamp em um grupo de franquias estrangeiras operando no Brasil. O Outback Steakhouse seria um dos alvos, segundo avaliações do mercado.
  • Presença no Brasil: Desde 2012, o Mubadala tem investido em diversas áreas, incluindo mobilidade, universidades médicas e biocombustíveis, além de planos para criar uma nova Bolsa de Valores no Rio e investir na Liga Brasileira de Futebol (Libra).

Para se manter atualizado sobre esta e outras notícias do mundo dos negócios, siga a gente no Google News aqui.

Sarah Oliveira
Sarah Oliveira

Uma amante das palavras em uma jornada incessante de descoberta. Originária de São Paulo, encontro nas nuances da linguagem minha paixão. Com formação em Comunicação, tenho o prazer de guiar você pelos intrincados caminhos das notícias, oferecendo uma perspectiva única sobre o que acontece no Brasil e no mundo.

Artigos: 2007

Deixe um comentário