Bebê de 1 ano e 11 meses quebra o fêmur e creche omite acidente

TAG Notícias

O caso aconteceu no dia 27 de fevereiro e mãe do bebê pede ajuda e justiça nas redes sociais

No relato, a mãe de Ravi Lucca diz que deixou seu filho na instituição Cei Caraminholas, localizado na Vila Taquari, Zona Leste de São Paulo, bem de saúde e andando e foi para o trabalho, como de costume.

No período da tarde, a instituição entrou em contato com a mãe do bebê pedindo para buscá-lo alegando que ele estava com alguma “dorzinha”. Por estar no trabalho, ela pediu para que a avó fosse até a creche de Ravi.

Ao chegar lá a avó pegou o bebê só de fralda e chorando muito. Funcionários da creche disseram que poderia ser “dor de garganta ou ouvido”.

A mãe saiu do trabalho e foi ao encontro do bebê e o levou para o Pronto Socorro, onde foi surpreendida com a informação que Ravi Lucca estava com uma fratura no fêmur e que precisava urgentemente fazer uma cirurgia.

Após toda angústia e medo da família, a creche foi procurada e até hoje não esclareceu o ocorrido.

As câmeras de segurança do Cei Caraminholas, mostram apenas partes daquela tarde, alegando um lapso na gravação em alguns momentos, como o do acidente.

O perfil do Instagram da creche limitou os comentários e bloqueou diversas pessoas.

+ Tragédia: Padre é encontrado morto em Minas e polícia faz descoberta inacreditável

A mãe de Ravi pede ajuda e justiça.

Veja a postagem:

 

 

Débora Carvalho
Débora Carvalho

Uma apaixonada por histórias e uma contadora nata. Com base em Belo Horizonte, curso Jornalismo e alimento minha curiosidade incessante por notícias e cultura pop. Se você procura uma abordagem vibrante e envolvente, está no lugar certo!

Artigos: 1045