Assassino de Aracruz usava símbolo nazista no braço e é filho de PM

Segundo a Rádio CBN Vitória, o adolescente de 16 anos que invadiu armado duas escolas de Aracruz (ES), sendo ex-aluno de uma delas, usava uma braçadeira de suástica, símbolo nazista, no braço.
TAG Notícias

Ex-aluno cometeu ataque nas escolas de Aracruz, no Espírito Santo

Segundo a Rádio CBN Vitória, o adolescente de 16 anos que invadiu armado duas escolas de Aracruz (ES), sendo ex-aluno de uma delas, usava uma braçadeira de suástica, símbolo nazista, no braço.

O autor do crime, de 16 anos, é filho de um policial militar. No momento dos ataques, o rapaz estava usando roupa camuflada, capuz e uma máscara de caveira.

Atirador (Foto: Reprodução)

Renato Casagrande (PSB), o governador do estado, confirmou nesta sexta (25) à tarde que o adolescente foi preso. Além de se manifestar sobre a prisão nas redes sociais, anunciou luto oficial de três dias “em sinal de pesar pelas perdas irreparáveis”.

O adolescente foi apreendido em casa, após a polícia identificar o proprietário do veículo usado nos atentados.

“Os pais dele colaboraram, estavam destruídos. Uma das armas era do pai, da PM. E outra era particular. O adolescente confessou à Polícia Civil, mostrou a roupa, as armas e como fez. Estava bem calmo. Até então, não tem motivo, ele planejou durante dois anos”, disse ainda o governador Renato Casagrande.

De acordo com o prefeito de Aracruz, Luiz Carlos Coutinho, há outros professores em estado grave. No momento do ataque ao Colégio Estadual Primo Bitti os alunos estavam no recreio. Então, o atirador entrou na sala dos professores e efetuou os disparos.

Após sair da escola pública, o atirador se dirigiu a um outro colégio da cidade, onde fez novos disparos.

Assim que soube do ataque, uma mãe foi desesperada para a porta da escola e descobriu que a filha de 12 anos, Selena Zagrillo, foi morta.

Funcionários e alunos correram desesperados ao ouvir os disparos.

“Quando eu escutei o barulho do tiro e vi as pessoas correndo, correndo, entrando em desespero e chorando, eu saí correndo junto”, conta uma pessoa que não quis se identificar.

Débora Carvalho
Débora Carvalho

Uma apaixonada por histórias e uma contadora nata. Com base em Belo Horizonte, curso Jornalismo e alimento minha curiosidade incessante por notícias e cultura pop. Se você procura uma abordagem vibrante e envolvente, está no lugar certo!

Artigos: 1045