Aluno de 12 anos é pego com canivete e máscara de palhaço em escola de SP

TAG Notícias

O adolescente de 12 anos havia participado de uma briga e ameaçado uma professora anteriormente, o que levou a diretoria da escola a solicitar reforço na ronda por parte da Guarda Civil Metropolitana (GCM) na região

Na manhã desta quarta-feira (5), um adolescente de 12 anos foi encaminhado à delegacia após ser flagrado com uma máscara de palhaço e um canivete na Escola Municipal de Ensino Fundamental Primo Pascoli Melare, localizada na avenida Inajar de Souza, na Brasilândia, zona norte de São Paulo.

Segundo a Guarda Civil Metropolitana (GCM), na semana passada, o aluno havia brigado e ameaçado uma professora, o que levou a diretoria da escola a solicitar reforço na ronda da GCM na região.

+ Urgente: Novo ataque em escola acaba com 4 crianças mortas em Blumenau

 

Resumo da notícia

  • Um adolescente de 12 anos foi pego com uma máscara de palhaço e um canivete na Escola Municipal de Ensino Fundamental Primo Pascoli Melare, na zona norte de São Paulo.
  • Na semana anterior, o aluno havia brigado e ameaçado uma professora.
  • A diretoria solicitou um reforço da ronda por parte da Guarda Civil Metropolitana (GCM).
  • Durante a ronda, os guardas foram chamados à sala da direção, onde o aluno já estava detido após ser pego com a máscara por uma professora.
  • Os guardas pediram ao adolescente que buscasse a bolsa na sala de aula para mostrar o conteúdo.
  • O canivete foi encontrado na bolsa do adolescente.
  • Os responsáveis pelo aluno foram chamados pela escola, e o jovem foi encaminhado ao 72º Distrito Policial da Vila Penteado.

 

Durante a ronda desta quarta-feira, os guardas foram chamados à sala da direção da escola, onde o aluno já estava detido após ser pego com uma máscara de palhaço por uma das professoras. A diretoria sugeriu que os guardas pedissem ao adolescente que buscasse sua bolsa na sala de aula para mostrar seu conteúdo. Foi nesse momento que o canivete foi encontrado pelos guardas.

Os responsáveis pelo aluno foram chamados pela escola, e o padrasto apareceu inicialmente, mas a presença da mãe do adolescente foi solicitada. O jovem foi encaminhado ao 72º Distrito Policial da Vila Penteado.

O uso de máscaras de palhaço em situações suspeitas ou criminosas tem se tornado um fenômeno preocupante em todo o mundo. No Brasil, a prática começou a ganhar notoriedade em 2016, quando diversos casos foram registrados em diferentes estados. Desde então, a utilização desse tipo de máscara tem sido considerada uma ação de mau gosto e até mesmo uma apologia ao crime. Em São Paulo, a GCM tem intensificado o patrulhamento para coibir a prática.

Sarah Oliveira
Sarah Oliveira

Uma amante das palavras em uma jornada incessante de descoberta. Originária de São Paulo, encontro nas nuances da linguagem minha paixão. Com formação em Comunicação, tenho o prazer de guiar você pelos intrincados caminhos das notícias, oferecendo uma perspectiva única sobre o que acontece no Brasil e no mundo.

Artigos: 1924