Aluna da USP que desviou dinheiro de formatura é condenada na justiça e terá que devolver R$ 1 milhão

ALUNA USP

A Aluna USP, Alicia Dudy Muller Veiga, de 25 anos, foi condenada nesta terça-feira (2) pela 7ª Vara Criminal de São Paulo. Alicia foi acusada de desviar cerca de R$ 927 mil arrecadados por dezenas de colegas de faculdade para a formatura na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP).

Leia também: Desesperada, Max derruba preço de mensalidade para clientes que ameaçam cancelar streaming

Condenação e Punição

A pena pelo crime de estelionato, praticado de forma continuada por oito vezes, foi fixada em cinco anos de reclusão, em regime semiaberto, de acordo com o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP). Além disso, a sentença determinou o pagamento de indenização às vítimas no mesmo valor do prejuízo causado. A denúncia foi feita pelo Ministério Público de São Paulo (MPSP) em novembro de 2023.

Recurso da Defesa

A defesa de Alicia informou que vai recorrer da decisão.

Esquema de Desvio

Como presidente da comissão de formatura, Alicia exigiu à empresa organizadora da festa que os pagamentos dos alunos fossem transferidos para uma conta bancária de sua titularidade, omitindo o fato dos colegas. A investigação da Polícia Civil revelou que a estudante de medicina usou o dinheiro em proveito próprio – na compra de celular e relógio, aluguel de veículo, custeio de estadia e investimentos financeiros.

Investimentos Ilícitos

Em julho de 2022, Alicia tentou fazer um conjunto de jogos na Lotofácil em uma lotérica na zona sul de São Paulo. Segundo a Polícia Civil, Alicia faturou, no total, R$ 326 mil em premiações da Lotofácil depois de realizar dezenas de jogos de alto valor.

Sentença

“Traiu a confiança de seus pares, desviando recursos que pertenciam aos colegas de turma (o que revela maior opróbrio do que a prática de estelionato contra vítima a quem não se conhece), quando as vítimas não atuavam movidas pela própria cupidez”, apontou o juiz Paulo Eduardo Balbone Costa, responsável pela sentença.

A festa de formatura da turma de medicina vítima do golpe aconteceu em janeiro deste ano, custeada pela empresa que administrava o dinheiro.


Quer ficar por dentro de mais notícias como esta? Siga a gente no Google News e não perca nenhuma atualização!

Daniel Vicente
Daniel Vicente

Sou um entusiasta da informação, natural de Brasília. Atualmente, mergulho nos estudos de Ciências Políticas. Aqui, você encontrará análises aprofundadas sobre política, economia e assuntos globais. Vamos explorar juntos o vasto universo do conhecimento!

Artigos: 1748

Deixe um comentário